domingo

Contra as pulgas e carraças

Sem querer fazer publicidade, mas fazendo devido à importância do assunto, aqui fica um conselho derivado da experiência pessoal com cães. FRONTLINE em spray é extremamente eficaz contra carraças. Deve ser usado como prevenção mas também é extremamente eficaz no combate a infestações de pequena ou grande dimensão.

Frontline também existe em ampolas.

Pode ser usado em cachorros, cadelas gestantes e em amamentação

Spray:
- Pode ser usado para pulverizar a cama ou casota onde o animal permanece;
- Deve ser aplicado em local bastante arejado;
- Devem ser usadas luvas;
- Tem de ser muito bem espalhado pelo corpo do animal.

Ampolas:
- De fácil aplicação - na nuca do animal - o produto espalha-se sozinho.
- Não pode ser usado para aplicação no local de permanência do cão.

Princípio ativo: fipronil

A FEBRE DA CARRAÇA:

É uma doença febril aguda, de gravidade variável, causada por uma bactéria transmitida por carraças. A febre da carraça é uma zoonose, ou seja, uma doença que ataca homens e animais (entre eles, o cão) e pode levar seres humanos e animais à morte.

A doença provém de uma bactéria chamada Ricketsia rickettsii. Somente as carraças da espécie Amblyoma cajannense são transmissoras dessa bactéria.

Após a picada pela carraça infectada, existe um período de incubação da doença, que pode durar de 2 a 14 dias

Principais sinais e sintomas da Febre da carraça no homem.

A doença começa subitamente com a presença de febre alta, dores de cabeça e dores musculares. Geralmente no quarto dia, surgem manchas rosadas em torno do pulso e do tornozelo, tronco, face, pescoço, palmas das mãos e solas dos pés.

Alguns casos podem ser extremamente graves, ocorrendo necrose (morte) de tecidos. Nota-se inchaço das pálpebras e rosto, bem como das pernas, que apresentam aparência brilhante. Tosse e baixa de tensão são freqüentes.

Um dos problemas mais graves no diagnóstico da Febre da carraça está na semelhança dos seus sintomas iniciais (febre, dor de cabeça, etc.) com os de outras doenças mais comuns, como a gripe. Isso faz com que as pessoas muitas vezes não procurem o tratamento adequado no início do processo e a doença evolua para um quadro mais grave. Cerca de 80% dos indivíduos com forma grave, se não diagnosticados e tratados a tempo, evoluem para óbito.

Diante desses sintomas associados a um histórico de contato com carraças, procure um serviço médico imediatamente, e não deixe de comunicar que pode ter sido picado por carraças.

O tratamento faz-se com antibióticos, além de outros cuidados por causa de possíveis complicações, principalmente renais, neurológicas e pulmonares.

5 comentários:

Isabel de Macau disse...

Já usei Spray e agora uso ampolas. São muito eficazes e mais práticas.

martha disse...

ola

tenho uma pequena dúvida. tenho um cãozinho de 1 ano, um cocker spaniel e ele tem muiiiiitaaa tendencia a apanhar carraças mesmo quando nem sequer sai da área da nossa casa.ele fica com carraças até junto à boca e aos olhos. tenho k estar sempre a ir ao veterinario fazer desparasitações e sai muito caro. então comprei o frontline pipetas. pus uma e realmente funcionou, mas passado 2 semanas ele já tinha carraças de novo, apesar de muito poucas. agora falaram-me no advantix, um produto similar ao frontline mas dizem ser mais eficaz. alguem sabe se será? ou será melhor eu comprar o frontline pipetas e spray e por-lhe os 2?o spray é posto mesmo sobre o pêlo?

Rhodesian disse...

O seu cão tomou banho após ter aplicado a pipeta?
Da minha experiência pessoal, eu usei os 2: pipeta e spray. Uma vez os meus cães apanhamram tamanha praga de carraças que quando coloquei o spray neles e no canil passadas umas horas aproximei-me e assustei-me com a quantidade delas que estavam mortas no chão. O chão é branco e estava quase preto de tanta carraça que lá estava morta. Resultou muito bem.
O fabricante diz que o efeito dura 3 semanas mas é possível que possa durar menos se entretanto o cão tomar banho.
Experimente advantix para ver, eu não conheço porque sempre achei o frontline muito eficaz, mas como disse usei mais o spray. Agora, como já não tenho cão não tou a usar. Sabe como é, às vezes as marcas ganham fama e "relaxam" a qualidade, pode ser o caso do frontline, mas vamos ver se mais alguém diz algo.

Rhodesian disse...

Quero deixar aqui um alerta acerca da febre da carraça. Uma das sequelas desta febre, mesmo após tratamento, tem que ver com a parte renal. Se o seu animal tiver esta febre deverá posteriormente fazer análises regulares ao sangue e até ecografias aos rins.
A minha cadela teve esta febre e passados 2 anos faleceu com um problema renal grave que eu suspeito que se tivesse sido detectado mais cedo faria com que ela ainda pudesse andar por cá.

Anónimo disse...

Onde e ke as enfiaste