quinta-feira

Leão da Rodésia - características da raça


É um cão de médio/grande porte. Quem o vê pela primeira vez nunca fica indiferente à crista de pêlos no dorso, em forma de lâmina de espada, que crescem no sentido contrário, ou seja da cauda para o pescoço. Trata-se de uma característica que se crê ter origem numa raça de cão da tribo dos Hottentots. Os colonos europeus terão cruzado essa raça com o Mastiff, o Bloodhound, alguns Spaniels e Terriers tendo surgido o actual Leão da Rodésia. O padrão da raça ficou definido em 1922.

Da minha experiência pessoal constato que a grande maioria das pessoas, com quem me cruzo na rua, desconhece por completo esta raça. Costumam sempre perguntar o que é isso que o cão tem nas costas? foi operado? tosquiado?

Devo dizer que o seu tamanho impressiona muita gente e que por vezes já vi pessoas passarem para o outro lado da rua só para não se cruzarem com a minha Didocas. Apesar de ser considerado um excelente cão de guarda também pode ser um excelente companheiro para a família e até para os amigos da família. Tudo depende da forma como são educados logo desde o início. A minha "menina" gosta de toda a gente, mas de outros cães é que já não gosta muito, principalmente Huskys, nunca percebi bem porquê, mas com esses demonstra-se extremamente agressiva.

Estes cães têm um temperamento extremamente calmo e pachorrento quando não têm nada que os estimule. Adoram passar horas a dormir ao sol ou junto a uma fonte de calor, quando estamos no inverno. No entanto são muito possantes e resistentes sendo óptimos acompanhantes para quem gosta de correr.

Como qualquer cão, precisam de uma boa dose diária de exercício e da atenção e dedicação dos donos. Não há nada melhor para um leão da rodésia que deitar-se junto aos pés do seu dono.

A título de curiosidade e tendo em atenção o caso concreto da minha Didocas devo dizer que ela tem um apetite voraz. Come de tudo o que apanhar pela frente como se estivesse a morrer de fome e no entanto é muito bem alimentada. Sempre foi assim desde pequena. É preciso muito cuidado e estar sempre com muita atenção para que quando passeia na rua não coma algo que lhe possa fazer mal.

Outra característica típica da raça, e que aprecio muito, é que raramente ladram. Se um cão destes ladrar vale a pena ir verificar o que se passa, pois seguramente passa-se algo.

Para quem gosta de "fazer festas" aos nossos amigos de 4 patas ficará deliciado com a suavidade do pêlo, com toque de veludo , na zona do pescoço e crânio. A restante pelagem já é menos suave, sendo semelhante à da generalidade dos outros cães de pêlo curto.

Este vídeo da minha "boneca" pretende eternizar a sua passagem por este mundo. Não foi breve mas gostaria que tivesse passado dos 12 anos e meio. Pareceram 12 meses. A saudade é muita. Nunca te esqueceremos. Ainda hoje, após vários meses de teres ido para o repouso eterno, custa tanto superar a tua falta. Descansa em paz.

27 comentários:

Afonso disse...

Meu caro blogguer,
Também tenho um Leão da Rodésia, parabens pelo seu blog.
Esta raça tem mesmo um apetite voraz, o meu só quer estar à beira de alguem e comer, se for as duas coisas ao mesmo tempo então fica nas suas sete quintas.
São sem duvida uma grande raça.
Cumprimentos,
Ricardo

oscar disse...

Tenho um Leão da Rodésia e vai fazer 12 meses, penso que é a altura para alterar a comida de junior para adulto.
Em relação à alimentação, alguem me sabe dizer qual a/s marca/s que melhor se adaptam a esta raça?

Obrigado
Oscar

Marina disse...

Até cerca dos 2 anos de idade dei sempre Eukanuba, mas devido ao elevado preço destas rações e outras do género como Royal Canin, passei a comprar Pedigree Pal. É mais barato, muito mais, e parece-me equilibrada, principalmente a actual gama. Também é bom dar-lhes de vez em quando um pouco de maçã, pêra e vegetais crus. Eles adoram e faz-lhes bem. Convém escolher uma ração adaptada à idade, nível de actividade e tamanho do cão. Também acho conveniente alternar entre rações à base de carne de aves, vaca e borrego.

Anónimo disse...

Parabéns pelo Blog.
Tenho uma cadela Leão da Rodésia, ou pelo menos, raçada de Leão da Rodésia.
A crista no dorso não se prolonga pelas costas todas, mas sim de uma forma mais acentuada na zona do rabo.
Infelizmente não acompanhei o crescimento da Kendra, porque ela foi abandonada, recolhida por uma instituição e, na Feira dos Animais, na Exponor, de 2006, fui buscá-la, contava já com cerca de 2 anos de idade.
No entanto adaptou-se imensamente bem à minha família, à minha casa, e a todos os sítios fofos onde possa dormir.
Comida, damos ração própria e estamos constantemente a seguir conselhos de veterinários, de forma a lhe proporcionarmos todo o conforto e saúde.
Considero, portanto, a minha cadela um Leão da Rodésia, tem todas as características físicas de um, exceptuando portanto a dimensão da crista (mas acreditem que ela fica com a crista encrispada quando se chateia). Outro pormenor tem a ver com o rabo. Infelizmente devem tê-la confundido com um Boxer em bébé e cortaram-lhe o rabo. Agora tem um "tôco" que abana :-)
Um abraço, e cumprimentos da Kendra

Ricardo Vicente disse...

Boa tarde!
Também tenho um Amigo da Rodésia.
17 meses e 30 kg.(acho pouco mas como faz exercicio, vet diz que está óptimo).
Comida? Não é grande devorador, engraçado e estranho.
Depois de experimentar as marcas dos vet optei pela Diamond Puppy, mas chegada altura de mudar optei por uma marca espanhola mto boa. Acho que é uma raça que exige rações Premmium.
É de facto um Grande Amigo! Dócil, brincalhão, trapalhão, excelente guarda, adora outros cães e mesmo muito meigo com crianças.
Gostaria de poder proporcionar-lhe conviver com outros "conterrâneos" dele. São espectaculares em grupo e só lhes faz bem.

Abraços

Anónimo disse...

Moro em Moçambique e tenho uma cadela Leão da Rodésia que comprei na África do Sul. Neste momento está com 2 anos e quando voltar para Portugal conto levá-la comigo (assim como um Labrador que é um bonzão que não faz mal a ninguém. Aliás, foi por causa dele que comprei a Leoa da Rodésia). A cadela é fantástica (um destes dias posto uma foto da Carlota), tanto em feitio como aspecto físico (apenas tem uma pequena mancha branca no peito). Em termos de alimentação dou-lhe só Eukanuba (é caro, mas nota-se a diferença, especialmente no pêlo (e na minha carteira!). Normalmente aproveito para mandar vir também da África do Sul uns 10 sacos de cada vez que duram uns mesitos.
A Carlota é super-obediente e só ladra de facto quando sente algo estranho. Costumo levá-la a passear ao meu lado pela trela quando ando de bicicleta. Ela adora (e dá jeito, pois nas subidas dá uma ajudinha)! No entanto tem uma característica estranha. Ela é super-medrosa e isso passa-se desde que a tenho (veio com 4 meses). Sempre que vê pessoas tem tendência para se esconder ou fugir (apesar de normalmente ladrar antes). Como já está com dois anos começo a achar estranho. É muito bem tratada por mim e pelos empregados da casa (nem coloco a possibilidade destes a tratarem mal, pois ela não tem medo dos empregados e brinca com eles). Isto é normal? Alguma sugestão para alterar este comportamento? Neste momento está com o cio e como não a quero cruzar para já, trouxe-a para o escritório e fica no canil (é grande) à noite sózinha. Queria ver se com isto perdia um pouco o medo. Terá sido por ter crescido ao lado do Labrador que é mais velho e só se sentir protegida quando está com ele? Sugestões aceitam-se. Abraços. O meu e-mail é: ppimenta65@gmail.com. Paulo

Jorge Pinto disse...

Caro Blogguer,
Os meus parabéns pelo blog, gostei muito.
Sou possuidor de um Leão da Rodésia com 5 meses e meio, já com 28 kg.
foi amor à 1ª vista. Estava para adquirir um Lavrador quando vi esta raça pela 1ª vez.
O Zulo é brincalão, carinhoso e já começa a ser um guarda a sério. Quando o levo a passear é o centro das atênções.
conto dentro de uns dias tentar colocar aqui uma foto dele.
já agora gostaria de trocar algumas impressões com um dono de um com + ou - a idade do meu.
cumprimentos
Jorge Pinto

Rita disse...

Gostei muito de encontrar este Blog. Não fazia ideia da existência dele. Parabéns!
Também eu tenho uma cadela leão da rodésia. Chama-se Jubba, tem quase dois anos é muito simpática e muito bonita. Bastante grande e muito bem proporcionada para cadela. Tenho dado ração da Royal Canin e acho que deu muito bom resultado. O desenvolvimento foi óptimo e o pelo está lindo. Ela adora maçãs e de vez em quando tem sorte.
É realmente uma raça fantástica! Estou desejosa por arranjar um companheiro para a Jubba!
Até à próxima,
R

Voliver disse...

Tenho um leão da rodésia,pelo qual faço bastantes pesquisas acerca do mesmo,é a criatura mais amiga e mais dócil que conheço,normalmente tenho sempre em casa três primos com idades entre os 3 até aos 11 anos,que lhe tentam constantemente dár cabo da paciencia,até hoje nunca conseguiram,é um cão que é amigo...isto sem contar de por vezes deita-los abaixo devido ao seu porte,é um cão de força,não por desejar ter,mas porque tem mesmo e não pode controla-la. Bem,resta agradecer esta homenagem á raça,e se alguém souber onde posso arranjar uma namorada para o meu avisem. Deixo o meu mail... valtersober@hotmail.com

NY disse...

Em tempos tive um Leão da Rodesia(em Moçambique) quando decidi á 1 ano voltar a ter cão estive quase a voltar á raça.
Entretanto descobri a raça Tosa Ken.
Dá tudo o que o Leão da Rodesia pode dar mas tem caracteristicas melhores e uma mobilidade espantosa.
São realmente parecidos.
Tenho 2 Tosa Ken , o Nero e a Yara.
Desde já dou os parabens por este blog e convido para o meu:
www.neroyaratosaken.blogspot.com

Anónimo disse...

Parabens pelo blogguer..
Também tenho um leão da rodesia, neste caso, leoa da rodesia com 3 anos k para alem de andar sempre a limpar o k encontra em cima da banca da cozinha, esta sempre colada a qualquer pessoa k se encontre com algo comestivel na mao. Eu já tive muitos cães de outras raças mas nunca vi um cão k comesse tanto!!!
Quando vai à rua é uma desgraça. Puxa tanto!!! Não sou eu k a passeio, é ela k me passeia a mim. E o pior de tudo e k ela não se cansa.
Mas é sem duvida um cão espetacular, bastante inteligente e sobretudo amigo do dono.

Cumprimentos,
Cátia

josé disse...

Ola todos oa amigos do leão da Rodesia, que tem um Leão, nunca mais quer outra raça, Tive omeu Rex que morreu com 7 anos a 29 de maio de 2007 e ainda hoje choro por ele, fui buscar uma femea porque nao consigo viver sem ter comigo um amigo desta nobre raça, a minha Ice,filha do Pelé dos Ferdais, aos 9 meses esta super possante, alta e com 36 kg, fruto de uma alimentaçao cuidada de raçao de excelente qualidade e todos os dias come um tacho de sopa rica em vegetais, nao uso vitaminas quimicas, espero aos 3 anos fazer uma boa criação, sei que com uma mãe desta qualidade e um bom macho, terei uma ninhada fantastica,vamos a ver se terei coragem de os dar ou vender.Dedico esta homenagem ao meu querido Rex que tantas saudades me dá a sua ausencia,viveu apenas 7 anos mas foi rodeado de amor e carinho tendo sido muito feliz.

Anónimo disse...

o nosso paco pode ser visto no site vetanadia.no.sapo.pt

joao disse...

ola a todos votos de boa pascoa.
tambem sou um admirador da raça em questao, a ponto de estar a pensar adquerir 1, ciente dessa responsabilidade tenho 1 se nao que me atormenta que è o facto de viver em apartamento. ja pesquisei mas ainda nao me decidi. gostaria que me imformassem de casos comcretos e se e possivel a adaptabilidade.
obrigado
joao

TiagoBraz disse...

Olá a todos e parabéns pelo excelente blog, eu também tenho uma cadela Leão da Rodésia com 6 meses chamada Bia, tenho dado a minha cadela ração da Hill's pupy large mas a Bia tem apenas cerca de 18 Kg comendo 15kg de ração por mês.
Ela é cheia de energia e tem um pelo espetacular mas estou a achar que esta um pouco leve para a idade será que me podiam aconselhar outro tipo de alimentação??

ARPires disse...

Descobri hoje este blog...parabéns ao seu autor.
Nunca tive um cão desta ou de outra raça, pois entendo não ter as condições mínimas reunidas para tal...
Contudo não foi para isto, que aqui estou a escrevinhar, mas sim, para dar o meu testemunho acerca desta raça e o quanto se pode gostar de um animal.
Um sobrinho meu teve um "Leão da Rodésia", um "amor" de cão, que de meio em meio ano que nos via e logo nos reconhecia.
Um dia o cão desapareceu e para tristeza de todos nós, longos meses se passaram...
Um qualquer dia ao anoitecer surge do nada o "REK" muito triste, magro, assustado, muito, mas muito mal tratado, entre a alegria de voltarmos a ver o "nosso" cão de volta a casa e a tristeza de o ver naquele estado, eu não consegui conter as lágrimas...
Só pensei que género de ser humano é este, que trata desta forma os animais???
Pergunto eu como tratará ele/a as pessoas!!!
Tudo isto passou, o cão recuperou, e passados uns tempos, desapareceu de novo, até hoje...com muita mágoa!!!
Isto passou-se mais ou menos há três anos em Ferreiros, Borbela, Vila Real.

Rhodesian disse...

Tiago: Acho melhor falar com o veterinário acerca do peso. parece-me baixo em relação à idade, é melhor obter um conselho de um profissional

Rhodesian disse...

arpires: na minha opinião os cães são como as crianças, têm que estar sempre debaixo de olho.podem perder-se, ser roubados... quem assim não procede arrisca-se a desgostos. o 2º desaparecimento talvez tivesse sido evitado com mais cuidado e considerando que já tiha havido precedentes. se calhar os donos não gostavam assim tanto do cão. Peço desculpa pela franqueza.

Anónimo disse...

Estavamos pensando em um cao para vigiar nossa casa. Coicidentemente na mesma epoca, um amigo nosso comenta sobre o que fazer com as crias de sua cadela pitbul. Ele perguntou se queriamos um filhote.
A principio achei muito perigoso mas acabamos por aceitar...

Seu nome é HULK e tem cinco meses.A mae dele é pitbul legitima(marrom e com uma pinta branca no peito), seu pai é "Leao da Rodesia" legitimo(marrom) e o hulk possui a faixa no dorso,uma ointa branca no peito e duas corres de pelo preto e marron alternadamente.Tenho notado que os pelos pretos estao caindo. A orelha parece ser duas em uma(do pai e da mae juntos).
Ele gosta muito de "brincar" mordendo. Come de tudo. Só temos receio quanto a se tornar um cao perigoso por parte de sua mae.

Enfim, gostamos muito dele!!!

Anónimo disse...

HULK - Um nome engraçado para um cão... muito mais engraçado para dar nome a uma bomba, que só vai saber, que o é, quando lhe rebentar nas mãos.
Em que mundo vocês andam? Isto está a ficar mesmo um mundo cão!
Cruzamentos de raças dão muito maus resultados...então com pitbul!!!
Preparem-se para o pior...pois ele vai acontecer.

Anónimo disse...

boas.mt bom este blog,estao de parabens.
tenho um leao da rodesia tb..ou melhor,uma pequena leoa.ate porque com 9 meses ja pesa 35 kgs e nem ponta de gordura tem, parece mesmo uma cadela olimpica!eheh..e tem tb um pelo mt brilhante e bonito,quando me vem com ela na rua custumam abordar-me a perguntar onde podem arranjar um exemplar.
afeiçoa-se bastante bem as pessoas e usa bastante as patas dianteiras para interagir com as pessoas e com o meu gato:)
tem um apetite voraz,esta sempre pronta a roubar qq comida q eu tenha nas maos, se me vir distraido...estou mt feliz por ter a Kim,esta a relevar-se uma optima companheira!gosta mt de correr,as vezes faz corridas sozinhas em casa a velocidades espantosas,ja me perguntaram se nao era um galgo..e salta grandes alturas,o que me impressionou,tendo em conta o seu tamanho...tem tb um olhar super expressivo,e sempre q se aborrece manda suspiros enternecedores:P
muitas vezes solta uns puns mal cheirosos, sera da raçao?:S
abraços e continuaçao

Badgeru disse...

Tenho um Leão da Rodésia de nome Krull, o Krull desenvolveu um cancro nos testiculos e terá que ser operado, antes que tal aconteça e porque vai ficar estéril eu ando a procura duma cadela Leão da rodésia, o Krull é puro, porte excelente, com pedigree filho de um campeão, comprei a 8 anos (idade do bicho) a uns criadores(que de momento não me recordo do nome) se alguem estiver interessado por favor contactem me e eu mandarei fotografias e dados!
O meu email é Genetix_b@msn.com

Badgeru disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

Boa tarde,
Muitos parabens pelo seu blog,
Esta raça merece !!!!!!!!!!!
Ja tenho leoes da rodesia a cerca 16 anos, minha primeira cadela veio da Africa do sul, Saba falceu a 2 anos, agora tenho Zulus filho da Saba, com 12 anos e Czaka, com 3ano. Nunca tive nenum problema nem com caes nem ninhadas. Há 3 meses comprei uma cadelinha, chama se Nina e é adoravel, come bem, brinca com todos membros da familia ja pesa 25 kg, problema começa quando vamos passear... cadela tem pavor das pessoas, até em casa foz a sete pes quando vem alguem que ela não conhece, se alguem tenta aproximar se para lhe fazer uma festa, ela treme .... já tive varias ninhadas e como nunca me aconteceu nada parecido, não axo isso normal, em casa Nina é bem tratada , mais esta fobia .... já não sei o que fazer, certamente não queria ter um cão que fica sempre em casa,
Gostava de saber se alguem já se encontrou com uma situação similar, gostava de trocar expriencias, aceitam se ideas, sugestoes,
Cumprimentos Ivone

Anónimo disse...

Boa tarde!
Perdi alguém muito especial na minha vida recentemente.. e este alguém e eu queríamos ter comprado um Leão da Rodésia! Agora que o perdi quero adquirir um Leão em sua homenagem e para me acompanhar! Eu estou a trabalhar em Luanda.. Sabem qual a melhor forma de levar um cãozinho para lá? (Neste momento, estou em Lisboa) Obrigada desde já.

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Jumpseat disse...

Olá,
Vim só dizer q lhe "roubei" uma foto da cadela preta e dourada para por no meu blog (mas com indicação de que é sua). Em pequena, tive vários Leão da Rodésia. O primeiro, preto e dourado... num post de homenagem a ele, coloquei a sua foto. Espero q não se importe. Obrigado.